quarta-feira, 16 de março de 2011

Quase nos finalmentes...


Bom, agora estou nos finalmentes, já estou com todos os documentos em mãos (peguei minha PID ontem, ufa!) e pretendo começar a arrumar a mala entre hoje e amanhã.

Minha despedida foi sábado passado, no Outback, e foi muuuuito legal ter várias pessoas que amo reunidas :) Ainda nào to em clima de despedida de verdade, porque sábado tem Níver da Gabi e o pessoal da despedida vai estar na festa, então provavelmente sábado vai ter chororô, apesar de eu não gostar muito né, inevi
tável não sentir saudades dos amigos que eu vejo praticamente todos os finais de semana, e com quem eu mais dou risadas!

Vou colocar uma foto da despedida do sábado, teve gente que foi embora mais cedo, então graças ao paint, estão todos aí na foto!

Como não falei publicamente ainda, sim, eu já tenho um Match! Eu entreguei meu APP em Dezembro, e recebi o email da primeira família em Janeiro, lá pelo dia 5. Acontece que fiquei no Acampamento, trabalhando, do dia 4 ao dia 15, mais ou menos, e resumindo, a família foi legal e quis esperar eu voltar, pois eu estava sem acesso à internet lá.

Após várias conversas por email e Skype, decidimos fazer o Match! Vamos lá, a família é de NY, Mais precisamente, Queens, e mais precisamente ainda de uma cidadezinha chamada Middle Village. É tipo aquelas cidades de filme, onde as casas são iguaizinhas, tem um parque enoorme no fim da rua e muitas coisas perto! A Host Mom é Médica Patologista e trabalha em NYC, e a outra Host Mom (sim, é um casal de 2 HM, diferente né?) também é Médica, Oftalmo. Elas moram com os pais da Patologista, e tiveram o bebê em Janeiro, ou seja quando eu chegar lá ele estará com apenas 2 meses...

A principio fiquei meio assim por ser um bebê tão pequeno, mas depois pensei, o que é mais difícil, um bebê que vc tem que dar mamadeira, trocar fralda, brincar e por pra dormir, que sempre está, ou pelo menos deveria estar, onde vc o deixou...ou umas 3 kids de idades diferentes correndo pela casa, e quando vc sai com elas cada uma corre pra um lado, o que é mais controlável?

Então decidi que foi uma boa escolha, mesmo porque elas têm sobrinhos que moram pertinho, e tem entre uns 5 e 9 anos...ou seja, se eu sentir falta de criança é só compensar com os sobrinhos!
Tenho certeza agora que fui muito sortuda, familias com 1 criança só é muito raro, e pelo que conversamos, elas são realmente muito simpáticas e me perguntaram várias coisas pra que tudo esteja preparado quando eu chegar...

Depois de muuuitas dúvidas, acabei decidindo o que comprar de presente para cada um, talvez ainda eu compre alguma coisinha a mais, tipo um CD com músicas brasileiras, e um DVD infantil para o baby...

Para o Baby, fiz uma manta de tricô, na foto não dá pra ver direito, mas ela é muuuito quente! E mais uma toalhinha bordada com o nome dele e duas tartaruguinhas fofas:

Para os avós do baby e para a Couselor, sabonetinhos típicos do Brasil:

Alguns doces que trouxe de Minas Gerais, goiabinha e Bananinha, também vou levar uma mistura para pão-de-queijo, e mistura para cural, que ja testei e são muito bons (não estão na foto):
Para a HM Patologista, uma havaianas da cor preferida dela, e uma camiseta do Brasil formada por nomes de cantores e artistas brasileiros (adorei essa!):

Para a HM Oftalmo, um par de havaianas também na cor preferida dela e uma camiseta com o mapa do Brasil:

Bom, é isso, espero que sirva de ajuda para as futuras au pairs que ainda não decidiram os presentes, levem coisas simples mas que representem bem o Brasil!

Vou ficando por aqui, preciso começar a arrumar a mala!

Se eu não postar antes de viajar, espero que todas que estão indo essa semana tenham uma boa viagem, e as que estão à procura de familias, encontrem um bom Match!

Beijos para quem lê,
Débora.